Sexta-feira
26 de Fevereiro de 2021 - 
Precisa de ADVOGADO, entre em contato conosco.

Controle de Processos

Usuário
Senha

Notícias

Newsletter

Nome:
Email:

Previsão do tempo

Hoje - Rio de Janeiro, RJ

Máx
28ºC
Min
22ºC
Nublado com Pancadas

Cotação da Bolsa de Valores

Bovespa 0,92% . . . . . . .
Dow Jone ... % . . . . . . .

Cotação Monetária

Moeda Compra Venda
DOLAR 5,46 5,46
EURO 6,67 6,67
PESO (ARG) 0,06 0,06

Plantão Judiciário decreta prisão do cantor Belo e outros por infração sanitária em show

O Plantão Judiciário do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro decretou, na última terça-feira (16/2), a prisão do cantor Belo, Marcelo Pires Ferreira, a pedido da polícia, por infração de medida sanitária preventiva (artigos 267 e 268 do Código Penal). No processo 0034126-39.2021.8.19.0001 foram denunciados também Célio Caetano, Joaquim Henrique Marques Oliveira, vulgo Rick, Jorge Luiz Moura Barbosa, o Alvarenga.   Na decisão, a justiça determinou também a busca e apreensão nos endereços dos acusados, o bloqueio das contas pessoais e da empresa Série Gold Som e Iluminação, que tem como sócios Célio e Rick. Segundo a denúncia, os acusados promoveram um evento musical, em plena vigência de estado de pandemia, no interior do CIEP, na comunidade do Parque União, Complexo da Maré, em Bonsucesso, que está sob domínio da facção Comando Vermelho. Com início na sexta-feira, o show se estendeu até a manhã do dia seguinte, sem autorização do estado e por ordem do chefe do tráfico no local.   Na decisão, a juíza ressalta que “O ‘periculosidade in libertatis’ se impõe como forma de garantir a ordem pública a fim de evitar outros eventos desta natureza em plena pandemia, bem como a conveniência da instrução criminal, sendo que em liberdade os acusados podem causar dificuldades às investigações em curso, a exemplo, o fundado temor que estariam aptos a infundir no ânimo das testemunhas que irão prestar depoimento”.  Processo: 0034126-39.2021.8.19.0001   
17/02/2021 (00:00)
Visitas no site:  157760
© 2021 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia